056 – Lucas do Rio Verde

 

Download do Plano de Saneamento Básico: PMSB_Lucas do Rio Verde

Download do Relatório Técnico: RT_Lucas do Rio Verde

 

População estimada 2015: 57285 habitantes

População 2010: 45556 habitantes

Área da unidade territorial (km²): 3663,994

Densidade demográfica (hab/km²): 12,43

Bioma: Amazônia

Prefeito 2017: FLORI LUIZ BINOTTI

As obras de abertura da rodovia BR-163, pelo 9º BEC (Batalhão de Engenharia e Construção), ligando Cuiabá a Santarém (PA), na segunda metade da década de 70, mobilizaram os primeiros colonizadores para esta região de cerrado situada no Médio-Norte de Mato Grosso e distante 350 quilômetros da Capital.
No entanto, foi somente a partir de 1981, quando o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) começou a implantação do projeto de assentamento de 203 famílias de agricultores sem-terra oriundas de Encruzilhada Natalino, interior do município de Ronda Alta (RS), que se formou a comunidade que deu origem a Lucas do Rio Verde.
Na época, outros 85 posseiros que já habitavam o local e mais 50 colonos provenientes do interior de São Paulo também foram assentados nos lotes que dividiram uma gleba de 197.991 hectares.
O dia 05 de agosto de 1982 passou a ser comemorado como a data de fundação da agrovila, ainda então pertencente ao município de Diamantino.
Em 17 de março de 1986, o núcleo urbano foi elevado à condição de distrito e no dia 04 de julho de 1988, quando conquistou sua emancipação político-administrativa, já contava com 5.500 habitantes. Atualmente, poucas famílias dos assentados de Ronda Alta ainda continuam de posse de suas terras. Pressionadas pelas inúmeras dificuldades daquele período, muitas delas desistiram de seus sonhos e outras perderam terreno para a agricultura extensiva que começava a ocupar a vastidão do cerrado.
Três décadas depois da instalação do acampamento do 9º BEC, às margens do rio Verde, esta moderna, pujante e dinâmica cidade cujo nome rende uma homenagem a Francisco Lucas, antigo seringalista e desbravador da região, em nada lembra aquele vilarejo onde tudo era difícil e precário.
A denominação Lucas do Rio Verde é homenagem a Francisco Lucas de Barros, e ao rio Verde, curso d′água que corta o território municipal, assim chamado pela cor esverdeada que apresenta.
Francisco Lucas de Barros foi um seringalista, desbravador de sertões.

Distrito criado com a denominação de Lucas do Rio Verde, pela lei estadual nº 4948, de 16-12-1985, subordinado ao município de Diamantino.

Fontes: IBGE

Equipe

Contato

Luciana Nascimento Silva luciana.silva@pmsb.ic.ufmt.br
Rafael Nicodemos Bruzzon rafael.bruzzon@pmsb.ic.ufmt.br
Erick Schmitt Quedi erik.quedi@pmsb.ic.ufmt.br
Mauri Queiroz de Menezes Jr. mauri.queiroz@pmsb.ic.ufmt.br

Comitê (Coordenação)

Nome

Cargo

Comitê (Executivo)

Nome

Cargo

 

Etapas Para Conclusão do Plano

Status

Fase 0 – Inicialização do município

Concluído

Definição do comitê municipal (Produto A do TR) Concluído
Sensibilização(articulação FUNASA/AMM com prefeitura) Concluído
Decreto pela prefeitura Concluído
Plano de mobilização do município (Produto B do TR) Concluído

Fase 1 – Preparação do Município

Concluído

Capacitação do Município Concluído

Fase 2 – Captação de dados

Concluído

Contato com prestadores de serviço de saneamento Concluído
Coleta de dados secundários Concluído
Reunião no município Concluído
Formulário geral do município Concluído
Formulário de manejo de águas pluviais Concluído
Formulário do esgotamento sanitário Concluído
Formulário dos resíduos sólidos Concluído
Formulário do abastecimento de água Concluído
Formulário sócio econômico Concluído
Validação dos dados dos formulários Concluído
Cadastro dos formulários no sistema Concluído
Relatório Técnico Participativo Concluído
Levantamento Rural Concluído
Relatório do diagnóstico técnico participativo (Produto C do TR) Concluído
Validação do diagnóstico com o Comitê municipal Concluído
Validação do diagnóstico com o NICT – FUNASA Concluído
Apresentação para o município Concluído

Fase 3 – Prognóstico do município

Concluído

Relatório da prospectiva e planejamento estratégico (Produto D do TR) Concluído
Definição das ações, programas e projetos (Produto E do TR) Concluído
Plano de execução (Produto F do TR) Concluído
Relatório final do prognóstico Concluído
Validação do prognóstico com o Comitê municipal Concluído
Apresentação para o município Concluído
Validação do prognóstico com o NICT – FUNASA  Concluído

Fase 4 – Consolidação dos produtos e aprovação do plano no município

Concluído

Desenvolvimento da minuta de lei municipal (Produto G do TR) Concluído
Indicadores do plano (Item H do TR) Concluído
Sistema de Informação (Item I do TR) Concluído
Consolidação do PMSB (Item K do TR) Concluído