053 – Cláudia

População estimada 2015: 11546 habitantes
População 2010: 11028 habitantes
Área da unidade territorial (km²): 3.849,991
Densidade demográfica (hab/km²): 2,86
Bioma: Amazônia
Prefeito 2017: ALTAMIR KURTEN

Os primeiros habitantes da região onde está assentado o município de Cláudia, foram os índios Kayabi, de língua tupi. A chegada dos brancos, principalmente os seringueiros, ocasionou o afastamento dos índios para outras regiões, como para a área do Xingu e na área indígena Kayabi.
A colonização de Cláudia se deu em meados de 1978, após a aprovação do Projeto de Colonização designado ″Gleba Celeste-5ª Parte″, constituído por 715 lotes rurais e 1.014 chácaras, com uma área de 113.146.8470 hectares. Emancipado pela portaria INCRA/Nº 15 de 19 de maio de 1981, e portaria MIRAD/SEASC/Nº 20, de 12 de julho de 1988, sendo aprovado também o loteamento denominado Cidade Cláudia em conformidade com o decreto – lei nº 58, de 10 de dezembro de 1977, regulamentado pelo Decreto nº 333097 de 15 de setembro de 1978 e pela lei nº 6.766 de 19 de dezembro de 1979, registrado sob o nº 01 da matrícula nº 17.636, do livro nº 2-BC de Registro Geral em 3 de abril de 1984, no cartório de 6° Ofício, 3ª Circunscrição Imobiliária da Comarca de Cuiabá, Estado de Mato Grosso, ainda município de Sinop.
Até alcançar a sua emancipação político-administrativa, o município de Cláudia era administrado por uma subprefeitura vinculada ao município mãe (Sinop). Todo loteamento Gleba Celeste, as cidades, estradas, córregos, ribeirões e bairros receberam nomes de mulheres.
A literatura existente conta que foram denominadas assim pelo colonizador Enio Pepino, proprietário da Colonizadora Sinop S.A, empresa responsável pela colonização desta região, na intenção de homenagear as mulheres.
″As mulheres dentro da pureza de sua criação, são fontes de vitalidade na organização do bem familiar, contribuem, dão significado e tornam possível a visão de um futuro de paz e progresso. Foi dessa inspiração que nasceu o nome de Cláudia.″ Existe ainda muito folclore quanto à denominação do nome de Cláudia, alguns dizem que os nomes de mulheres seriam para homenagear amigas do colonizador Enio Pepino, porém isso nunca foi confirmado.
A cidade Cláudia foi projetada para receber 25.000 habitantes, servindo de apoio aos bairros rurais dos municípios de: Fátima, Lenita, Beatriz, Ireni, Veruska, e os bairros e chácaras Brasília e Cuiabá. O povoado de Cláudia passou a ser distrito no ano de 1983, através de uma indicação do então vereador Wilson Baggestoss, aprovada pela Câmara de Sinop sob o nº 001/83, transformando posteriormente no projeto de lei nº 080/85, o qual definia a área e os limites do município.
Em 25 de maio de 1985, o Diário Oficial de Mato Grosso publicava o projeto de lei nº 48/85, que criava o distrito de Cláudia, mas por motivos vários somente foi transformado na lei 5045, em 1º de setembro de 1986, sancionada pelo ex-governador Vilmar Peres.
Cláudia continuou se desenvolvendo de forma expressiva, o que motivou as lideranças políticas locais a lutarem para que o distrito viesse a ser município, para que isso acontecesse foi encaminhado um ofício ao deputado José Lacerda para que este defendesse junto à Câmara Legislativa Estadual o projeto de lei que transformaria Cláudia em município.

Distrito criado com a denominação de Claudia, pela lei estadual nº 5045, de 01-09-1986, subordinado ao município de Sinop.

Fontes: IBGE

Equipe

Contato

Cleide M. C. Santana cleide.santana@pmsb.ic.ufmt.br
Cassiano R. Corrêa cassiano.correa@pmsb.ic.ufmt.br
Cristina Marafon cristina.marafon@pmsb.ic.ufmt.br

Comitê (Coordenação)

Nome

Cargo

Cleuza Aparecida Dotto
Dalmaso
Secretaria do Meio Ambiente
Claudevânia B. Anderle Representante da Educação
Geordano Matei Representante da Agricultura
Marciel Pereira Ricarte Representante Câmera de Vereadores
Luciano Costa da Mata Representante dos Prestadores de Serviço
Oldemar Ivanio Ortiz Representante do Conselho Municipal do Meio Ambiente
Antonia Virley Representante do Rotary Clube
Carlos Lazzarin Representante do Lions Clube
Sidnei Camargo Scheffer Grupo Agroflorestal e Proteção Ambiental

Comitê (Executivo)

Nome

Cargo

Marinete Judite Marçal Bióloga da Prefeitura Municipal
Lidia Ferreira Medeiro Silva
Assistente Social da Prefeitura Municipal
Valdir Araújo Costa Secretaria de Saúde
Antonio Roberto Dalmaso Secretaria de Obras

 

Etapas Para Conclusão do Plano

Status

Fase 0 – Inicialização do município

Concluído

Definição do comitê municipal (Produto A do TR) Concluído
Sensibilização(articulação FUNASA/AMM com prefeitura) Concluído
Decreto pela prefeitura Concluído
Plano de mobilização do município (Produto B do TR) Concluído

Fase 1 – Preparação do Município

Concluído

Capacitação do Município Concluído

Fase 2 – Captação de dados

Em andamento

Contato com prestadores de serviço de saneamento Concluído
Coleta de dados secundários Concluído
Reunião no município Concluído
Formulário geral do município Concluído
Formulário de manejo de águas pluviais Concluído
Formulário do esgotamento sanitário Concluído
Formulário dos resíduos sólidos Concluído
Formulário do abastecimento de água Concluído
Formulário sócio econômico Concluído
Validação dos dados dos formulários Em Andamento
Cadastro dos formulários no sistema
Relatório Técnico Participativo Concluído
Levantamento Rural  Concluído
Relatório do diagnóstico técnico participativo (Produto C do TR)  Em andamento
Validação do diagnóstico com o Comitê municipal Concluído
Validação do diagnóstico com o NICT – FUNASA  Em andamento
Apresentação para o município Concluído

Fase 3 – Prognóstico do município

Relatório da prospectiva e planejamento estratégico (Produto D do TR)
Definição das ações, programas e projetos (Produto E do TR)
Plano de execução (Produto F do TR)
Relatório final do prognóstico
Validação do prognóstico com o Comitê municipal Concluído
Apresentação para o município Concluído
Validação do prognóstico com o NICT – FUNASA

Fase 4 – Consolidação dos produtos e aprovação do plano no município

Desenvolvimento da minuta de lei municipal (Produto G do TR)
Indicadores do plano (Item H do TR) Concluído
Sistema de Informação (Item I do TR) Concluído
Consolidação do PMSB (Item K do TR)

M6040-408 1Z1-580 Exam HP0-D14 Certification 500-005 Certification and facilitate your communication with us. 642-052 Dumps 000-415 Exam PDF 050-683 Exam PDF Check out the diverse feature of our products through exam demos and step towards actual purchase. private data secured through efficient security system. You can overcome your worries through customer reviews about EK0-001 PDF C6030-041 VCE 650-295 Dumps 1Z1-864 Study Guide 1Z1-542 Certification 310-052 Certification C2150-200 PDF 210-451 EXAV613X-CLV IT Exam data is not accessible for any other party without your consent. We keep a track record of your personal information and C9020-970 190-802 00M-638 IT Exam 250-403 PDF 1Z1-060 Exam PDF 000-765 Exam HC-621-ENU Exam PDF NS0-330 Exam PDF P2170-037 IT Exam HP0-Y46 Exam PDF HP0-Y30 IT Exam C_TSCM42_66 Study Guide EE0-400 Exam PDF 700-301 Dumps 156-706 PDF 1Y0-A09 VCE ITILSC-OSA OG0-093 maintaining and monitoring FIM is 21 percent. It is clear that you will need to master all TB0-120 IT Exam ACSO-TOOL-11 1Z0-871 P4110-001 Certification 251-223 Exam 1Z1-522 Exam 500-451 Dumps GCFA IT Exam 00M-654 Exam PDF