Funasa prepara Mato Grosso para aplicação dos PMSBs

Duas das principais autoridades em saneamento básico do Brasil, a engenheira ambientalista, Josiane de Queiroz e o arquiteto urbanista, Carlos Henrique de Oliveira vieram a Mato Grosso repassar informações que podem contribuir com a melhoria de qualidade da gestão de saneamento básico em Mato Grosso. Eles fazem parte da equipe que juntamente com Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento (Assemae) e Funasa estão promovendo um ciclo de oficinas em todo o Brasil.

O objetivo das oficinas é adequar os municípios perante a nova realidade que é a implantação dos Planos de Saneamento Básico e conforme discursou na abertura do evento o superintendente da Funasa em Mato Grosso, Francisco Holanildo, “fortalecer a gestão pública do saneamento básico dos Municípios que venham a pleitear recursos federais junto à Funasa”. Ele justificou o evento como uma forma de elaboração de “projetos viáveis”para que os municípios não percam oportunidade de receber recurso federal para investimento numa área tão essencial como o saneamento. “Por isso a Funasa tem se empenhado em promover as oficinas, já que temos experiência e capacidade técnica adquiridas em décadas de atuação, precisamos repassar esse conhecimento aos interessados”, disse Holanildo.

A Oficina de Criação e Estruturação de Serviços Municipais e Intermunicipais de Saneamento Básico pretende instrumentar o poder público municipal a buscar “alternativas e soluções práticas para a melhoria da organização e manutenção dos serviços de saneamento”, conforme destacou Donizete da Costa, Diretor da Assemae Regional de Cáceres. O presidente da entidade para a região Centro Oeste, Hermes de Castro ressaltou a “importância de se planejar a gestão pública do saneamento não só a curto e médio prazo, como também com prognóstico a longo prazo para os Municípios que mais precisam e que tem dificuldades estruturais”, conforme falou na abertura do evento.
O coordenador técnico do PMSB, professor Paulo Modesto Filho, informou sobre os trabalhos que a equipe do Projeto vem desenvolvendo com a entrega da maioria dos Planos Municipais, destacando a nova realidade do Saneamento Básico em Mato Grosso. Modesto filho também é presidente da Câmara Setorial Temática de Saneamento Básico da Assembléia Legislativa de Mato Grosso.

Em Cuiabá as oficinas foram programadas para a semana de 14 a 18 de agosto e realizadas em parceria com o curso de Engenharia Sanitária da UFMT, responsável pelo PMSB 106, que está terminando a entrega dos Planos de Saneamento aos municípios com menos de 50 mil habitantes do Estado.